quarta-feira, 20 de agosto de 2008

Vamos voltar a falar de fotografia?

Peço a todos que entendam o desabafo do último post. Teve gente que sugeriu que não tratassemos de outros assuntos, como o esporte, por exemplo. Mas é que aquele vírus, o tal jornalístico, resolveu manifestar-se no amigo aqui e, como eu não tinha outro canal para expressar minha opinião, resolvi deixar o registro aqui. Porque? Ao ver as imagens produzidas nas Olimpíadas, a maioria pelas grandes agências internacionais, que desfrutam hoje de muitas regalias, pensei se nós, fotógrafos e jornalistas, também não colaboramos com esta falta de crítica, com esta falta de verdade sobre o nosso país. Para encerrar, deixo aqui o registro do placar do jogo de ontem: Argentina 3 a 0 sobre o Brasil. Não é de hoje que está clara a falta de organização e de políticas de continuidade. Espero que desistam de trazer a Olimpíada para cá, a coisa pode ser ainda mais feia.
Finalmente, falando de fotografia e audiofotografia, por indicação da aluna Ana Scorsin, do 1º período de Jornal noturno, conheci o blog e o trabalho fantástico da fotógrafa americana Paula Lerner sobre as mulheres do Afeganistão, que está disponível no Washington Post. A fotógrafa conta que recebeu um e-mail e a ele deu uma atenção extra, tratava-se de uma pessoa que procurava computadores para mulheres de negócios em Kabul. Soube que a Bpeace, uma organização sem fins lucrativos preocupada com questões feministas, negócios e paz, realizava esta ação quando a fotógrafa se dispôs como voluntária no Afeganistão.
Veja este audiofotográfico, com uma apresentação de imagens sem muitos efeitos e narrado com a própria voz da autora, que nos trás uma proximidade e um certo ar de credibilidade bem interessantes, aliás já visto e discutido em nossso grupo através dos trabalhos da Magnum in Motion.




Assista ao trabalho:
http://www.washingtonpost.com/wp-srv/world/interactives/afghanistanwomen/

Sobre a fotógrafa:
www.lernerphoto.com

Sobre a organização:
Business Council for Peace

2 comentários:

Simone disse...

Tinha que ser a Ana mesmo! rs
Cada dia que passa vejo como a fotografia é magnifica!
Lindas as fotos, não entendi nada o que ela disse, mais as fotoos, não precisa nem falar...

Simone disse...

Lembrei que você tinha dito em aula, daquela foto do menino lá, "voo para a morte"

Meu Deeeeus, ele parece um boneco!
E com que pode o cara pegar certinho o momento, fiquei de boca aberta.